30 de ago de 2011

Queria ter nascido em um mundo onde se soubesse o que significam:

Gratidão. Gentileza. Paciência. Competência. Suavidade. Humildade. Fidelidade. Consideração. Não-violência. Desprendimento. Amorosidade. Compreensão. Resiliência. Ponderamento. Discernimento. Altruísmo. Desapego. Simplicidade. Irmandade. Ser um. Culto à vida e à paz. Coerência. Cuidado mútuo. Família. Responsabilidade. Compromisso. Amor...

E tantas outras palavras que são ditas em belos discursos públicos ou íntimos e que, atualmente, são apenas sons ao vento ou movimentos ao ar...

28 de ago de 2011

A magia do dia-a-dia

Nós, seres humanos, temos poder mágico também. A magia não se limita aos atos extraordinários de causar chuvas e tempestades ou formar nuvens. Ela faz parte do nosso dia-a-dia. Se formos observadores, podemos reconhecê-la. Quando estamos exaustos e com sede depois de uma longa jornada, um copo d'água mata a nossa sede. Esse copo d'água não é como uma poção mágica? Alguém que não saiba nadar afunda como uma pedra ao cair na água, mesmo que lute desesperadamente para se manter na superfície. No entanto, um bom nadador só precisa dar algumas braçadas e bater os pés para nadar como um peixe. Não é mesmo um milagre? Aqueles que estão aprendendo a andar de bicicleta seguram o guidão com toda força e mesmo assim caem da bicicleta. O ciclista experiente consegue até largar o guidão e continuar pedalando em alta velocidade. Não parece sobrenatural?
Também podemos descrever aqueles incríveis malabarismos circenses como mágica. Do ponto de vista científico, o próprio corpo humano é um milagre. Lágrimas afloram quando estamos tristes e o riso brota quando estamos felizes. A fome pode ser saciada pela comida. A sensação de frio acaba quando nos agasalhamos. Esses fenômenos todos não são mágicos? As glândulas mamárias da mulher não apenas secretam leite como variam a composição e a quantidade de nutrientes de acordo com as necessidades do bebê. Depois que o bebê pára de mamar, a produção de leite cessa naturalmente. Não é assombroso? A magia não se resume a truques e feitiçaria; ela está em todo lugar. A mudança das estações, as flores que desabrocham e murcham, as várias fases da lua, os tamanhos diferentes dos animais, não são todos expressões de prodígios mágicos?
http://silviarita.files.wordpress.com/2010/08/o-amor-nao-e-magica.jpg

24 de ago de 2011

Humildade, de Cora Coralina

Senhor, fazei com que eu aceite minha pobreza tal como sempre foi.
Que não sinta o que não tenho. Não lamente o que podia ter e se perdeu por caminhos errados e nunca mais voltou.
Dai, Senhor, que minha humildade seja como a chuva desejada caindo mansa, longa noite escura numa terra sedenta e num telhado velho.
Que eu possa agradecer a Vós, minha cama estreita, minhas coisinhas pobres, minha casa de chão, pedras e tábuas remontadas.

E ter sempre um feixe de lenha debaixo do meu fogão de taipa, e acender, eu mesma, o fogo alegre da minha casa na manhã de um novo dia que começa.
Cora Coralina
Albergue Municipal de Santa Maria (clique aqui, para maiores informações): que ninguém durma na rua, neste frio!

23 de ago de 2011

O maior poder é aquele que temos sobre nós mesmos

Certa vez, o Mestre Ch'an Venerável Tao Shu mudou-se para as proximidades de um templo taoísta. Os sacerdotes taoístas ficaram muito irritados com a presença dele e passaram a fazer todo tipo de magia e truques para afugentá-lo. Quase todos os moradores foram embora assustados. O Mestre Ch'an, contudo, continuou ali como sempre. Vinte anos depois, os sacerdotes taoístas desistiram. As pessoas perguntavam: "Que mágica você usou para vencer aqueles sacerdotes taoístas?".
O Mestre Ch'an respondia: "Ah, nenhuma. Usei o vazio para vencê-los. Os sacerdotes taoístas têm magias e truques. 'Ter' é ser finito, esgotável, limitado, mensurável. Eu não tenho magia nenhuma. 'Não ter' significa ser infinito, inesgotável, ilimitado, imensurável. Portanto, o vazio (não ter) pode vencer a magia (ter) por ser mais amplo, maior, mais elevado, superior".
http://hsingyun.dharmanet.com.br/magia.htm

http://s3prod.weheartit.netdna-cdn.com/images/5041724/tumblr_lbv4ebKBSc1qa4kxwo1_500_large.jpg?1290209414

21 de ago de 2011

Ainda pouco policiamento em Santa Maria

É o que mais noto, pouquíssimos brigadianos na rua.


Leia mais em: http://www.clicrbs.com.br/dsm/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=42&action=noticiasImpressa&id=3455451&edition=17783

Lenços para a cabeça

O lenço, que cobre a cabeça, se tornou uma marca cultural das mulheres islâmicas, mas além disso é uma roupa. As italianas usam, espanholas, freiras, ciganas, etc. Cada uma a seu estilo. Eu gosto muito do jeito hijab, espacialmente o mais leve (shayla) que protege os cabelos e contra o frio. No inverno uso mesmo!






Algumas informações:

20 de ago de 2011

Criando gatos no "far west"

Lembrei de meu pai que adorava filmes deste tipo...



* Cris, em dia de só querer notícias leves...

3 de ago de 2011

Hipácia, a guardiã da biblioteca de Alexandria

"O último guardião do saber da biblioteca de Alexandria foi uma mulher de nome Hipácia (ou Hipátia). Como se não fosse suficiente ser uma pensadora livre e independente em uma época na qual as mulheres estavam à sombra de seus homens, Hipátia era astrônoma, física, matemática e professora de filosofia. E ao que consta, ainda cometia a ofensa de ser bela. Nascida 370 anos depois de Cristo, esta extraordinária mulher esteve no meio de uma turbulenta transição, com os cristãos tendo sua religião aceita como oficial após séculos de martírio nas mãos de judeus e romanos. Por sua amizade e influência  junto ao governador romano em Alexandria, além de representar com sua ciência e filosofia os valores vinculados ao paganismo outrora vigente, Hipátia despertou a ira do bispo Cirilo, que incitou uma turba de cristãos furiosos que a arrastaram pelas ruas, rasgando suas roupas e a esfolando viva com conchas afiadas. Seu trabalho acabou sendo destruído e grande parte de suas descobertas morreu com ela, naquele sombrio ano de 415 d.C. E Cirilo se tornou santo da igreja Católica."
http://www.blodega.com/index.php/2010/03/04/agora/