26 de dez de 2013

Crônicas da Mel: há muito tempo trás...

Postagem originalmente publicada em 08/11/2010.
...
A Mel, Melita, está a quase 8 anos comigo. Eu ainda morava em POA, em uma casa, e já tinha tido muitos gatos e cachorros, mas nenhum exclusivamente sob minha guarda. Todos eram "da família, da casa". Eu estava em um fase carente, mas não de receber e sim carente de dar amor e cuidado. Meu pensamento era que eu queria e precisava cuidar de alguém. Resolvi adotar um gato, macho de início. Entrei em contato com o pessoal do Bicho de Rua e me ligaram, tinham era uma gatinha, jogada no terreno de uma veterinária na zona sul. Concordei em olhar o bichinho e uma das pessoas que trabalham na organização foi até em casa, de noite. Fui apresentada à gatinha de olhos mais lindos do mundo: pura cor-de-mel. Não tive dúvidas: adotei. Ganhei uma castração a baixo custo quando ela ficasse maiorzinha.

Fotos digitais só atuais
 Mel nunca foi daquelas muito arteiras, que me lembre ela quebrou uma caneca (linda, por sinal) e é isso! A maior preocupação que me deu foi quando, depois de uma semana em casa, ela sumiu! Na época, eu ainda não tinha a noção de ter gatos em casa e eles perambulavam pela vizinhança. Depois de quase duas semanas...eis que ela surge como se nada tivesse acontecido. Estava sentada na porta, esperando para eu abrir. Eu que já tinha dado os potes dela tive que improvisar, ela entrou, comeu, bebeu e, depois disso, nunca mais desapareceu. Sabe-se lá o que aconteceu neste tempo...

Linda demais
De lá pra cá a coitada enfrentou: uma mudança para Floripa (primeira vez que andou de carro), a vida dentro de casa, mudança provisória para POA novamente e, finalmente, encontramos nosso chão em SM, ufa! Quando fomos para Floripa, ela começou a manifestar uma tosse e espirros. Desde lá peregrino por veterinários e cada um dá um diagnóstico diferente. A última, já aqui em SM, disse que era alergia, e acho que acertou. Deu um corticóide e a Mel passou 5 dias sem nada. Mas, como a própria vet disse, não dá pra passar a corticóide, então os sintomas voltaram. Não tenho tapetes, nem cortinas, nada que possa provocar isto. Minha suspeita é da areia do xixi, porque foi bem na época em que ela migrou do sistema solta para o de sempre dentro de casa. Já troquei de marca várias vezes, mas, até agora, ela continua assim. Dá uma agonia. É isso que me preocupa no momento. Estou tentando encontrar uma vet homeopata por aqui, mas sem sucesso.
Da Mel, resumidamente é isso, muito calma, silenciosa, na dela. Sem grandes aventuras, AH...quer dizer...talvez daquela vez em que ela quase se afogou na piscina do vizinho e eu quase escalei o muro, de vestido, para salvá-la, mas isso fica para outro capítulo.

5 comentários:

  1. Fofa demais essa Mel ! Também tenho lindos olhos cor-de-mel ! E também adoro mudanças, morava num apartamento em SP e me mudei (de avião) para Joinville, mais precisamente para uma casa numa rua muito tranquila...virei a dama da noite...dormia durante o dia e perambulava à noite com os gatos da rua, trazia ratos e morcegos de brinde pra casa e alguns machucados...
    Tô louca pra saber dessa história do quase afogamento na piscina do vizinho...
    Lambidas da Rutha

    ResponderExcluir
  2. Então Rutha, tu e a Mel têm muito o que conversar...embora ela faça o estilo caladona. Quando ela morava em casa também era a dona de toda a vizinhança!

    ResponderExcluir
  3. Mel sure has such beautiful eyes! Beautiful pure honey color. My Goro has allergy, too. He's been tested and it's pollen and some grasses, etc. I've been giving him fish oil and probiotics, and watch pollen count in high pollen season. He didn't have much symptoms this year. I hope Mel's allergy can be under control. She almost drowned, that's scary! She must be very adventurous. Glad she was okay!

    ResponderExcluir
  4. Que saudades da Rutha!!! Ela era uma fera com os outros gatos e uma dengosa comigo! Adoro essa carinha de Diva da Mel, sempre elegante e charmosa, parece muito segura de si e não quer ser incomodada por gatinhas branquinhas e peraltas! A gata primogênita é sempre muito especial e mimada, as outras que se cuidem!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  5. Como é linda e aventureira a Mel!!

    Ainda bem que as fases de sustos já passaram!!

    Eu ia te falar do tratamento homeopático, mas, li que vc já está providenciando!! Será que vc não encontra os florais por ai??

    Quando nossos filhotes peludos não estão bem...ai...o coração aperta!!

    beijinhos,

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir

É muito bom ler outras pessoas participando aqui mas, por favor, eu também quero comentar: retirem a verificação de palavras do blogue de vocês!
Obrigada!