15 de jan de 2014

Aborrecida

Ando assim, sem muito ânimo, a não ser para dormir. É uma espécie de limbo em que a mudança (total: de casa, de trabalho, de grau acadêmico...) está no meio. Nem posso descansar completamente, nem há motivos para grandes agitos. É uma fase de espera e de trabalho morno. Sou péssima em esperar. Se vejo uma fila eu fujo. Sou tão "alérgica" a filas que, às vezes, mesmo com fome, se vejo fila no restaurante eu prefiro ir a outro lugar ou nem comer. Que horror, né? Este é um dos trabalhos internos que tenho que fazer em mim. Talvez por isso tenha sido premiada com vários amigos atrasados crônicos. Para eu esperar, esperar e esperar. 
http://25.media.tumblr.com/tumblr_m8hv515XTT1qhlsrfo1_500.gif

Deve ser algo de aborrecimento misturado com cansaço mental. Minha colega de doutorado, que já defendeu, está em férias e me disse que só dorme. Então, não sou algo tão anormal assim, mas ando, também, incomodada com a TV. Velha história: só tragédias. A saída foi fazer um festival particular de Charles Chaplin. Andei até pensando em vender a TV, já passei anos sem ela, comprei mais para poder ver os vídeos das pesquisas em tela grande e ver vídeos comprados. Olha, grande solução. Comprei a obra completa do Charles Chaplin e estou vendo um pouco por dia, quando canso do trabalho, à noite, principalmente. Ontem vi Monsieur Verdoux, anteontem Luzes da Ribalta (Limelight) e assim vai.
Tô precisando de um pouco de energia...

4 comentários:

  1. Ânimo, menina!! Pouco se aproveita da TV nessa época e ainda temos BBB e logo mais Carnaval e tragédias, tragédias e mais tragédias, tens razão, às vezes dá vontade de nem apertar o botãozinho.
    Abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
  2. Acho que deve mesmo ser efeito pós-tese, foi muito tempo de stress acumulado, e agora ficou o vazio do ninho afinal sua tese partiu, deixou de ser parte constante de sua vida e sobrou esse espaço, mas logo a vida toma rumo e muitas mudanças estao por chegar. Logo tudo agita novamente.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Comadre querida, acho que são os "astros" que estão nos deixando cansadas. Comentei com uma amiga hoje que ando dormindo muito e ela disse que está fazendo a mesma coisa. Interessante isso de assistir filmes por escolha e não por imposição de canais de tv. Tenho um sério problema com filmes, a primeira vez assisto dormindo e na segunda consigo permanecer acordada, não importa se é bom ou ruim, amado ou odiado pela crítica, durmo e ponto. Pior era quando ia ao cinema...
    Admiro muito teu desprendimento para mudanças! És minha ídola!
    Beijinho, "acorde" bem.
    Beth

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Capaz de serem os astros mesmos. Dizem alguns que em certos momentos somos "postos pra dormir", pela espiritualidade, talvez para não nos expormos a certos fluidos que andam por aí.
      Eu, interessantemente, não curto muito filmes na TV ou cinema, mas em vídeo acho melhor, dá pra pausar, ver pela metade etc. E Charles Chaplin é tudo de bom.
      Beth, comadre, quando a gente se muda muito, TEM que desapegar, não adianta nem espernear hehehe

      Excluir

É muito bom ler outras pessoas participando aqui mas, por favor, eu também quero comentar: retirem a verificação de palavras do blogue de vocês!
Obrigada!