26 de set de 2015

Gatos não imploram!

Esta quadrinho me marcou. Verdade! A gente vive implorando, por direitos básicos, por atenção, por condições de vida (especialmente no Brasil).
Gatos não imploram, eles sabem que têm direito ao seu quinhão de vida. A Terra é abundante (se não fossemos tantos e tão consumidores de recursos). Na esfera pessoal, ninguém deve ou merece ficar implorando nada, ou a pessoa dá ou não quer dar ou não tem!
Gatos, estes mestres!

Cats don't beg.

24 de set de 2015

Eu quero tomar chimarrão!!!



Clara: eu sei que ela tá tirando fotos, eu sei!
Clara: que delícia esta superfície...uah!

Clara: *gnan gnan*, nada de chima hoje!
Clara: tá tão confortável esta garrafa térmica!

23 de set de 2015

Na beirinha do sofá

Clara Francesca tem esta mania de deitar quase caindo do sofá.

Clara: facilita a fuga de meu corpo ágil no caso da chegada de estranhos...

22 de set de 2015

Aviso: somente pessoas autorizadas

Benta: ah....que boa esta caixa, bem grande!

Benta: como assim autorizadas? O que é isso?

21 de set de 2015

Amigos ou Inimigos?

Aqui em casa nenhuma das gatas é super amiga uma da outra. Elas "educadamente" (nem sempre) se suportam. A única que procura amizade é a Benta quando, bem subordinada, abaixa a cabeça para a Mel lamber, mas isto dura nem um minuto porque a Mel lambe um pouco e já parte para a ignorância, mordendo a Benta. Elas só se suportam se está muito frio e elas têm que dormir mais juntinhas para se aquecerem, mas é só!
Paciência...

19 de set de 2015

Matrix felina: "e se...

...o humano não é meu animal de estimação...
mas eu for o dele?!"
Morfeu, o gato

Visto em: https://www.facebook.com/djheavygrinder?fref=photo

18 de set de 2015

Shanghai Tango e gatos

Vocês já sabem que adoro cartuns, especialmente se tem gatos neles.
Mais nova paixão: Shanghai Tango.







5 de set de 2015

Amizade interespécies (o bode e o burro)

Uma das coisas que sou interessada é em Etologia, o estudo do comportamento. E a amizade entre espécies me fascina. Achei esta história entre o bode o burro muito emocionante. A mudança de comportamento do bode é imediata e sinaliza as profundas e marcantes emoções que nossos irmãos animais sentem. Lembro de uma cachorrinha que tivemos, a Carranca, que quando fomos viajar uma semana e ela ficou na casa de nossa tia, não comeu a semana inteira!