30 de nov de 2011

E a gente não está em uma viagem?

Somente parando mais tempo em alguns lugares do que em outros?

29 de nov de 2011

Sou viajante

Alguns diferenciam turista de viajante. Turista é aquele humano predador que anda, geralmente, em turbas, que não olha os lugares...tira fotos e, geralmente só anda de ônibus e sempre apressado para carimbar os lugares "imperdíveis".
Eu sou uma viajante. Quase sempre "me mando" e vou aonde quero, desprezando os lugares que "não se pode perder" e, na maioria das vezes, a pé. Nem me perguntem de pontos turísticos, eu ando pelas ruelas, entro em mercados, feiras e bazares, sento nas praças e procuro os parques. Arquitetura, monumentos, construções? Só se forem MUITO de meu interesse. Quase nenhum museu. Belezas naturais, gente e comida é meu cardápio. E prefiro que as paisagens fiquem guardadas na minha cabeça do que nas fotos.
Assim vão ser estas férias, sem correrias e de longas caminhadas...
http://fc07.deviantart.net/fs18/f/2007/167/e/5/a_cat_in_Paris_by_Aguaplano.jpg

23 de nov de 2011

Falar é fácil

E fico pensando em quanto acreditamos nas pessoas apenas porque elas dizem.
Estes "eu te amo", "pode acreditar em mim", "eu sou diferente", "tenho certeza absoluta", sou isso e sou aquilo eu guardo na gaveta. Quero ver é viver o que diz!

19 de nov de 2011

Janelas de treliça (muxarabiês)

Outra paixão!
http://www.itc.etc.br/imgsDicionario/20111031103506_1.jpg

http://4.bp.blogspot.com/_MIqh4AeTwIU/SciMmkPDw-I/AAAAAAAAABQ/HoY1u-GnWf8/s320/DSCN0083.jpg
(que coisa mais maravilhosa!)
http://pergaminhoeletronico.files.wordpress.com/2007/06/cuba-119.jpg

http://casa.abril.com.br/materias/materiais-construcao/imagem/aec286-78-brisa04.jpg

http://www.quemtemmedo.blogger.com.br/janela_arabe.jpg

Para terminar, uma página só sobre isto: http://casa.abril.com.br/materias/materiais-construcao/trelicas-muxarabies-brises-ventilam-ambientes-618313.shtml

Flores na janela

Além do sonho de ter um sítio ou morar em uma casa, as flores na janela me encantam!


http://4.bp.blogspot.com/_XyB_tansraY/SfO5ZkpI1eI/AAAAAAAAAL0/XkfccOxqJqs/s320/flores+na+janela.png


http://perlbal.hi-pi.com/blog-images/587825/gd/128543263899/Flores-na-janela-II.jpg

(este aqui é janelas nas flores!)
http://olhar-43.net/fotinhas/flores-na-janela.jpg


http://2.bp.blogspot.com/-5TfIdLRRp9M/TZ38slqpukI/AAAAAAAAFS0/r3KgLGTAb_A/s1600/flowerpots.jpg

http://laylabriz.files.wordpress.com/2011/05/1466160.jpg

http://www.ligiafascioni.com.br/wp-content/uploads/2009/05/parede04a.jpg
Esta última é um mimo! Pobre e simples, mas nem por isso menos bela!

Daqui a duas semanas...

...já vou estar na primeira parte de minhas férias, arrumando as malas
E mais 4 dias estarei em...
http://lh4.ggpht.com/-4KzzKiC4gPo/SmpE5fjwMQI/AAAAAAAAD4c/CDtVfdd2TSs/Gatto_Roma06.jpg
Agora, correndo pra deixar tudo em dia, antes de voar, voar, voar...

16 de nov de 2011

É, acho que não saio mais daqui mesmo...

Com todas estas opções de caminhadas e trekking, acho que daqui não saio mais!
Fora os que não descobri ainda.
Já gostava de Santa Maria e agora amo cada vez mais!


[links no lado direito do blogue]

15 de nov de 2011

Eu REALMENTE só penso nas férias

É sério, não tenho mais o que tirar da minha cabecinha.

Tô cansada³...

"Eu quero uma casa no campo..."

Cabana no paraíso tropical - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5
Recados e Imagens para orkut, Facebook, tumblr, hi5, Tagged ou para blog!

8 de nov de 2011

Meu estado de espírito

Ando cansada de eu ter que:
  • procurar;
  • saber se estão bem;
  • ser responsável por avisar, por lembrar;
  • ter as ideias, escrever, redigir, preparar;
  • por educação, aturar gente grossa, maleducada e sem noção;
  • ser a calminha, passiva, meiguinha, não reclamante, obediente, etc.

http://perlbal.hi-pi.com/blog-images/492961/gd/1271872292/PAREI.jpg

5 de nov de 2011

Tem coisas que eu não entendo...

  • porque as pessoas deixam se engarar por políticos, vendedores, pretendentes, etc, quando sabem que o que os outros estão dizendo é deslavada mentira;
  • apegos a carguinhos e podres poderes, quer dizer, eu até entendo que sejam pessoas frustradíssimas, com baixa auto estima e que precisam se reafirmar exercendo os mandos que seus carguinhos permitem, mas...estes postos não são vitalícios: quem está em cima vai pra baixo e quem está lá em baixo pode subir;
  • http://comoaprenderjava.com/blog/wp-content/uploads/2010/09/nao-entendi.jpg
  • bares e restaurantes com música ao vivo, suprema tortura para quem quer ir só bater um papo com amigos. Música ao vivo devia ser para pessoas que já não têm mais nada a se falarem;
  • quem passa séculos sem perguntar se estás viva e, de "repentemente", manda uma mensagem, URGENTE, pedindo algo;
  • alunos que mandam e-mail, das 23h até de madrugada, e na aula, na manhã posterior perguntam: professora viu meu e-mail?
  • por que os malandros pensam, inocentemente, que seus esquemas de enganos nunca serão descobertos;
  • no que o estado civil ou preferência sexual de alguém incomode tanto a outros que não partilham a vida íntima desta pessoa;
  • o que os outros têm a ver com o modo como nos vestimos;
  • a necessidade de se ouvir rádio ou música tão alto que se escuta até nas cinco quadras seguintes!
  • seres desamorosos...
Coisa que eu entendo:
  • estou no mundo errado!

2 de nov de 2011

Mente de Princiante


"Há muitas possibilidades na mente do principiante, mas poucas na do perito."

As pessoas dizem que é difícil praticar Zen, mas há um mal-entendido quanto ao "porquê". Não é difícil porque seja árduo sentar-se de pernas cruzadas ou atingir a iluminação. É difícil porque é árduo manter a mente pura ou a prática pura em seu sentido fundamental. A escola Zen desenvolveu-se de muitas maneiras depois de estabelecida na China mas, ao mesmo tempo, tornou-se cada vez mais impura. Contudo, não é sobre o Zen chinês ou sobre a história do Zen que eu quero falar. O que me interessa é ajudar você a manter sua prática livre da impureza.

No Japão, dispomos do termo shoshin, que significa "mente de principiante". O objetivo da prática é conservar nossa "mente de principiante". Suponhamos que você recite o Prajna Paramita Sutra uma só vez. Poderia ser uma boa recitação. Mas o que lhe acontecerá se o recitar duas, três, quatro ou mais vezes? Você poderia facilmente perder sua atitude original em relação a ele. O mesmo acontecerá com suas outras práticas Zen. Por algum tempo você manterá sua mente de principiante, porém, se continuar a prática um, dois, três anos ou mais, embora você possa melhorar em alguns aspectos, é possível que perca o sentido ilimitado da "mente original".

Para os estudantes do Zen, o mais importante é não serem dualistas. Nossa 'mente original" inclui em si todas as coisas. Ela é sempre rica e auto-suficiente. Você não deve perder esse estado mental auto-suficiente. Isto não significa uma mente fechada e sim, na verdade, uma mente vazia e alerta. Se sua mente está vazia, está pronta para qualquer coisa; ela está aberta a tudo. Há muitas possibilidades na mente do principiante, mas poucas na do perito.

Se você discrimina demais, você se limita. Se é exigente ou ambicioso em excesso, sua mente não é rica nem auto-suficiente. Se nossa mente perder sua auto-suficiência original, todos os preceitos se perderão. Quando sua mente se torna exigente, quando você anseia por algo, você acaba por violar os preceitos: não mentir não roubar; não matar, não ser imoral e assim por diante. Se você conservar sua mente original, os preceitos se manterão por si próprios.

Na mente do principiante não há pensamentos do tipo "eu alcancei algo". Todos os pensamentos egocentrados limitam a vastidão da mente. Quando não alimentamos pensamento nenhum de conquista, nem pensamentos egocentrados, somos verdadeiros principiantes e podemos então aprender alguma coisa de fato. A mente do principiante é mente de compaixão. Quando nossa mente é compassiva, torna-se ilimitada. O mestre Dogen, fundador da nossa escola, sempre enfatizou a importância de preservar nossa mente original ilimitada. Com ela somos verdadeiros conosco, estamos em comunhão com todos os seres e podemos, de fato, praticar.

Assim, a coisa mais importante é manter sua "mente de principiante". Não há necessidade de ter uma profunda compreensão do Zen. Mesmo que você leia muita literatura Zen, deve ler cada frase com uma mente virgem. Nunca deve dizer: "Eu sei o que é Zen' ou "eu atingi a iluminação". O real segredo das artes também é esse: ser sempre um principiante. Seja muito cuidadoso nesta questão. Se começar a praticar zazen, você começará a valorizar sua mente de principiante. Este é o segredo da prática do Zen.
http://www.nossacasa.net/shunya/default.asp?menu=4#b