2 de out de 2011

Minha meditação de alimentação

Fui criada com a concepção de que comida é sagrada, não se desperdiça e não se nega a ninguém. Hoje em dia, vendo a péssima distribuição dos recursos alimentícios no mundo e a trabalheira que dá para que o alimento chegue em nosso prato, sacralizei mais ainda o ato de comer. Além disto, comer é uma festa, uma prazer, uma celebração!
As pessoas que comem e nunca estão satisfeitas, sempre criticam o sabor, se servem mais do que deviam e acabam pondo fora boa parte do que estava no prato, etc., deveriam pensar na graça e no privilégio que é ter comida, de forma tão fácil e saborosa, como nos dias atuais. Todos deviam ter acesso a este item mais básico da vida: alimentação.
Meditar sobre o nosso prato de comida é um dos exercícios mais proveitosos para desenvolver a gratidão e honrar aqueles que estiveram envolvidos neste processo. Não precisa nenhum espetáculo, posições, discursos, nada disso. É só olhar o que está servido e ver todo o caminho percorrido até ali para que tivéssemos este momento tão feliz que é comer e agradecer...
http://www.anjodeluz.com.br/comida_vegetariana_005.jpg
A todos que:
  • plantaram,
  • cuidaram e cultivaram (água, fertilização, podas...),
  • colheram,
  • trataram,
  • transportaram,
  • venderam,
  • prepararam e
  • serviram
a comida da qual me alimento agora, que meus agradecimentos cheguem a vocês de alguma maneira em forma de bençãos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É muito bom ler outras pessoas participando aqui mas, por favor, eu também quero comentar: retirem a verificação de palavras do blogue de vocês!
Obrigada!