16 de jun de 2012

Vendo uma reprise de PIT BOSS

Assistindo o Shorty visitar uns abrigos de animais e dizendo, quando vê uma cadela idosa Pit Bull abandonada pela família, que mesmo que passasse necessidade ia morar em um carro, mas não abandonaria seus cachorros.
Sabem? Acho que um dos maiores pecados é o abandono. Abandonar pessoas e animais é algo da pior espécie. É uma traição, uma coisa torpe, demonstra total falta de caráter.


As pessoas, cada vez mais, parece que não pensam na responsabilidade que é ter um filho, um animal doméstico, uma pessoa necessitada de cuidados em casa. Tem gente que descarta os pais idosos porque não querem se incomodar. Tem gente que deixa seus animais na rua para não terem o "trabalho" (que assumiram quando o adotaram) de cuidá-lo, alimentá-los, dar carinho, etc. Tem gente que abandona seus filhos no lixo porque na hora de gozar não se preocuparam nas consequências.
Quem já sofreu abandono sabe...
E existem pessoas, mais raras, que mesmo vivendo sem teto não abandonam seus animais; que mesmo com pais idosos e doentes não negam amor e cuidado; que mesmo com uma gravidez não planejada e desejada priorizam a vida: o bem maior.
COMPROMISSO é uma palavra-chave, mas que adquiriu uma conotação de peso, nos dias atuais, mas que é essencial nas relações!

2 comentários:

  1. Eu não precisava nem comentar porque você já disse tudo! Falta compromisso e responsabilidades sobre nossos atos. Eu posso dizer que animais idosos dão muito trabalho e até perco a paciência muitas vezes mas vale a pena vê-los felizes e velhinhos ao nosso lado.
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  2. É através destes cuidados com os seus quer sejam pessoas ou animais que temos uma prova de caráter, com certeza!
    Bom domingo, Cris!

    ResponderExcluir

É muito bom ler outras pessoas participando aqui mas, por favor, eu também quero comentar: retirem a verificação de palavras do blogue de vocês!
Obrigada!