21 de ago de 2012

Andarilha

Este devia ser o meu sobrenome...sempre tive um "quê" com a vida nômade.
Quando falo isso as pessoas logo pensam em uma mendiga. Acho estranha esta associação, apesar de muitos, ou a maioria dos andarilhos serem mendicantes, mas muitas ordens monásticas também eram/são e ninguém diz nada.

http://4.bp.blogspot.com/_BJYVlhJFNpc/SjfuELM6-dI/AAAAAAAAFz0/z_7NItb1M1o/s400/andarilho.jpg
Falando em estranha, hoje estava pensando em como as pessoas são estranhas, pelo menos para mim. Eu devo ter uma daquelas síndromes autistas em que a pessoa percebe os outros seres humanos como difíceis de decifrar, estranhos em suas ações e reações, etc...
Eu gostaria de ter um emprego braçal., nada intelectual, nada de ser obrigada a ler (amo ler, mas sem obrigação),  de ter que participar de disputas de egos, nada disso...queria ser jardineira e ir alegremente pra casa, a pé, com as mãos grossas e poder me dedicar ao que realmente quero: VIVER!

2 comentários:

  1. Eu também já tive o sonho de ser jardineira mas posso te garantir que é uma profissão estressante...pelo menos todos os jardineiros que tive eram uns nervosinhos e viviam me dando broncas! Porque na outra casa que eu morava era um matagal terrível e eles reclamavam de tudo, me evitavam ou insistiam que já era hora de cortar tudo e eu não queria...também brigavam com a família e estavam sempre reclamando! Atualmente tenho o sr. Leopoldo com seus 86 anos e ainda reclamando que a minha grama é ruim, que estraga o equipamento dele, reclama dos vizinhos dele...só gente estressada!
    Acho que fazer doutorado é menos estressante...hehehe.
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai...nem me diga...eu tinha tantas esperanças...

      Excluir

É muito bom ler outras pessoas participando aqui mas, por favor, eu também quero comentar: retirem a verificação de palavras do blogue de vocês!
Obrigada!