31 de mai de 2013

"Festa estranha com gente esquisita..."

Adoro gente diferente, tanto que sou até uma delas!  Um de meus maiores orgulhos é ter amigos de todo tipo de fauna e flora: in e extraterrestres hehehe
http://tvbreakroom.com/wp-content/uploads/2012/04/Smile-3-mr-spock-10026308-700-530.jpg

Mas gosto, também, dos que são considerados "normais" desde que não me venham com proselitismo, com doutrinação: cada um na sua e todo mundo feliz! Cada um faz da sua vida o que quiser, desde que não prejudique outros e não queira me obrigar a fazer o mesmo.
http://www.brinquebook.com.br/imagens/livros/fotos/vovo%20diferen_b00825e0e6e85e3b63dfd4c9fd159cdd.jpg

Melhor ainda é gente que, apesar de diferente da maioria, age normalmente, pois ser diferente é normal, né? Aliás, digo assim diferente da maioria porque, para mim, todo mundo é diferente. Não ligo muito para a aparência de uma pessoa e não entendo muito como podem se preocupar com isso. Detesto quando, a vista de uma pessoa que se veste ou se porta diferente, lá vem um/a chato/a e me cutuca: olha ali, o que é aquilo?
Não tenho muita paciência para normóides!
http://3.bp.blogspot.com/_VMBPZ1otofQ/TBRJuWwDLsI/AAAAAAAAADg/TP9Y7gUTuqA/s1600/tumblr_kus9apHx6d1qzb9vjo1_500_large.jpg

Trabalho com pessoas surdas e já trabalhei em um lugar (Faders) onde circulavam colegas surdos, cegos, surdocegos, cadeirantes e por aí vai. Um dia fomos no aniversário de um senhor, cego (baixa visão) e pegamos todos o mesmo ônibus. Eu interpretando para o surdo que trabalhava conosco, pessoal entrando na plataforma para cadeira de rodas, ajuda a anã a subir, aquela farra e, claro, uma menina com problemas de locomoção teve que dizer: nossa, a gente parece que fugiu do circo!!! 
Na verdade eu me divirto mais com os olhares escandalizados dos outros...tadinhos...
http://modaparahomens.com.br/wp-content/uploads/Legenda-%C3%89-tanta-gente-querendo-ser-diferente-que-todo-mundo-anda-igual.jpg

Para isso não tenho limitações. Vejo pessoas que são rotuladas como minorias sendo preconceituosas com outros, pra mim isso é o fim! É homossexuais tendo preconceito com bissexuais e, ultimamente, infelizmente, com assexuais; são pessoas jovens não aceitando pessoas de mais idade alternativas e por aí vai. Preconceito e discriminação não é privilégio de nenhum grupo. Não são só os homens, brancos, de classe média alta que tem. Boa parte das pessoas categoriza de esquisita quem não lhe é espelho.
http://tavernablog.com.br/wp-content/uploads/2013/01/Festa-Estranha-com-gente-esquisita.jpg

Sinceramente? Pra mim, estranho é vestir terno e gravata (pra que serve a gravata, afinal?), é ser obrigada a seguir o script nascer-escola-namoro-emprego-casamento-filhos-netos-aposentadoria, é fazer plástica não precisando, é usar salto altíssimo e roupas desconfortáveis no dia-a-dia, é ter que vestir gala só pra ir em festa (geralmente chata), é fazer caras e bocas, é ser incomodada por som dos outros, é falta de consideração pela boa convivência. Fino é o morador de rua que pede com licença e diz obrigado e não a dondoca de carrão, cheia de paetês, e que não dá passagem ao ouvir com licença. 
http://www.modamodamoda.com.br/wp-content/uploads/2012/03/gravatas01.jpg

O mundo está precisando de mais gente estranha, mas com tolerância e aceitação. Gente tri esquisita e com finesse. Porque eu, na real, me sinto vinda de outro planeta. As pessoas são muito estranhas, por isso prefiro os animais. As cidades são muito psicopatológicos, prefiro o mato.
http://umatrapizonga.files.wordpress.com/2013/02/gente-esquisita.png

Por isso, não me cobrem normalidade ou me encaixar em algum grupo, sou eu e basta. Rótulo é pra embalagens, pra produtos. "Eu prefiro ser esta metamorfose ambulante..."

4 comentários:

  1. Rótulos, báh... como incomodam e atrapalham o andar das carroças.
    Beijinhos,
    Beth

    ResponderExcluir
  2. Tenho certeza que as pessoas também me acham esquisita! Eu aceito qualquer tipo de gente menos as preconceituosas e arrogantes, algum tempo atrás tinha um moço que vinha pegar o lixo reciclável e ele era tão educado que eu deixava o portão aberto pra ele e tinha muita vontade de ajudá-lo mais, pena que depois nos mudamos e nunca mais o vi, espero que sua vida tenha melhorado. Quando as pessoas são humildes, educadas e gostam de gatos (não necessariamente nesta ordem) merecem muita felicidade!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  3. Eu também me sindo super deslocada, sei que não sou igual aos "normóides", e adoro quando estou num lugar cheia de gente diferente, com atitude, que vivem a vida além da cartilha imposta pela sociedade! Viva a diversidade!!

    ResponderExcluir
  4. acho que respeito é bom e todos merecem. O que é ser diferente?! Cada um a seu modo é diferente. Só não vale ser preconceituoso.
    beijos

    ResponderExcluir

É muito bom ler outras pessoas participando aqui mas, por favor, eu também quero comentar: retirem a verificação de palavras do blogue de vocês!
Obrigada!