16 de mai de 2013

Faxina antecipada, frio e aconchego

Nem é sábado e mergulhei numa faxina. Explico: amanhã é feriado municipal, daí já me adiantei, aproveitando o dia frio, mas esplendidamente ensolarado para fazer uma geral. E geral mesmo, acho que estava precisando, depois de uma semana pesada, "limpar" física e astralmente a casa. Entraram na roda além dos tradicionais limpar chão, tirar o pó e lavar a louça, até os cobertorzinhos das peludas, capas de almofadas, limpeza e mudança de coisas na área. Roupas estendidas, sacos de lixo a postos para serem carregados pra fora, me planejando para agora à tarde ir buscar um cobertor que mandei lavar e comprar umas verduras pra fazer uma sopinha esperta. Diz a meteorologia que chove e continua a piorar o frio, então já me preparo para minha hibernação acadêmica (escrita, leitura, tese e que-tais...).


Hoje amanheceu com 2,5 graus e agora, apesar do sol, está soprando um vento frio. Nesta época, acho muito engraçado que as gatas são teleguiadas pelo sol. Até a dorminhoca Clara Francesca estava no chão, no meu quarto, esperando que o raio de sol que ela estava pegando se deslocasse, como sempre, para cima da minha cama. Nestas limpezas da casa eu já aproveito e faço algumas mudanças de lugar dos móveis, adoro! E quero crer que isto se reflita em mim, tenho esperanças de ares de mudança e até já me sinto mais calma de toda a semana PUNK que passou.


E o friozinho chama sopa, cobertores, ficar ao sol e me dá uma saudade de ter fogão a lenha. Olhem que foto linda, até parece uma pintura!

http://www.dauroveras.com.br/wordpress/wp-content/uploads/2013/01/vera_saojoaquim_web.jpg

Um de meus sonhos é ter uma salamandra (fogão a lenha de uma boca), como esta na foto abaixo. O bom é que até em apartamento dá para ter. Não neste agora, que não vou investir aonde não vou ficar, mas no que vai ser meu apartamento mais permanente. Dá para encaixar a saída, o cano, para a fumaça em uma churrasqueira (que eu não usaria). Fica quentinho e em cima sempre tem uma chaleira com água quente para o chimarrão (mate). Ô coisa boa!

http://www.diariodamanha.com/docs/P1090774.JPG

5 comentários:

  1. Só agora eu li o seu post, eu escrevi no meu blog que os meus dias também podem ser punk. A minha filha diz que quem lê o meu blog acha que a nossa vida é perfeita e está anos-luz de ser assim!
    Eu só sei que o Barum solta pelos pela casa inteira, vai na chuva, arrasta as patas na grama (que vira terra) e sou obrigada a limpar todos os dias!! Eu adoro esse começo de frio, por enquanto tá uma delícia! Eu passei minha infância e adolescência em casa com lareira e era uma delícia, principalmente quando meu pai comprava madeiras que crepitavam!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E nem tudo que se passa a gente escreve. Falta de tempo, falta de ânimo (preguiça mesmo), cansaço ou, importante, não é conveniente. pesar de ser um diário online, nem todo o drama vai para o blogue, né? hehehehe
      Gosto do frio moderado, mas confesso: faz tempão que não sinto aqueles frios de infância e adolescência, daqueles que doem as articulações (ainda bem)!

      Excluir
  2. Alérgica a vinho, Cris?!
    Que barbaridade! Ontem mesmo tava pensando que já tá um friozinho bem bom pra fazer um quentão com bastante açúcar mascavo e gengibre!
    Hoje até dormi com os gatos nos meus pés... mas sou proibido pelo médico!
    Tenho asma noturna, e minha alergia foi decorrente disso... Pode? :(
    Tu moras aonde agora? Em Santa Maria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas continuo insistindo em uma tacinha de Tannat (uva boa para o coração) no inverno...

      Excluir
  3. PS: tô mui precisando duma Salandra dessas também aqui em casa!

    ResponderExcluir

É muito bom ler outras pessoas participando aqui mas, por favor, eu também quero comentar: retirem a verificação de palavras do blogue de vocês!
Obrigada!