17 de mar de 2015

Pão com fermentação natural

Me inspirei e comecei a fazer um pão ou bolo (depende do ponto de vista) de fermentação natural.
No olho, sem medida certa, misturei farinha de trigo (integral), água morna (quase fria) e umas tâmaras (chique) que estavam, coitadas, já meio sequinhas no refrigerador. Coloquei em uma travessa de vidro e deixei a mistura se entender na prateleira de cima do armário das comidas e louças. 
Esqueci de tirar foto desta primeira etapa, mas fica uma massinha mole e disforme.
No dia seguinte, porque o clima anda com temperaturas quentes, já tinha começado a fermentação. Deixei mais aquele dia para amadurecer o processo.
No outro dia, juntei mais farinha (somente), até o ponto de ficar uma bola mole.
Ficou assim:

Deixei mais um dia e, hoje, juntei mais farinha, um pouco de água, sovei, sovei e sovei. Tirei todos os caroços das tâmaras, separei um punhado para ser meu futuro fermento, dei forma a dois pãezinhos e deixei descansar. 
Primeiramente, coloquei no fogo fraco (meu fogão não tem temperaturas) e depois aumentei e fui cuidar da vida: tomar banho etc. Depois de um bom tempo sinto aquele cheiro típico de pão assado na hora e fui olhar. Também não controlei o tempo em minutos, foi meio intuitivo o processo, quando senti o perfume do pão que fui ver a primeira vez, tirei uma prova e estava quase pronto.


Deixei mais um pouquinho, virando a forma porque meu forno é "guenzo", assa mais em um lado do que em outro. E *tcharan!*



É um pão massudo, mas ficou MUITO bom, levemente adocicado, por causa das tâmaras. Eu já tinha tentado fazer pão de fermentação natural antes, mas acho que não tive paciência e ficou muito ácido e com gosto de fermento mesmo. Este, de hoje, não ficou ácido e, apesar da massa mais pesada (sou suspeita porque gosto até de bolo abatumado), ficou com cheiro e gosto bem bons.
Acho que a idade ajuda, pois agora tenho mais paciência de esperar dias até que fique bom para assar hehehe
Próxima aventura é tentar fazer um pão de frigideira. Estou com saudades do pão de frigideira que minha mãe fazia e que eu não me interessei de aprender. A receita morreu com ela. Vou tentar resgatar na Internet e com conhecidos.

2 comentários:

  1. How interesting! It must taste extra good after natural fermentation. Sounds like patience is the key!
    These photos make me hungry. I always love the smell of fresh baked bread :-)

    ResponderExcluir
  2. Oi Cris, obrigada pelas palavras e pela visita!
    Eu adoro fazer pão mas nunca tinha visto um pão com fermentação natural.
    Beijos mil!

    ResponderExcluir

É muito bom ler outras pessoas participando aqui mas, por favor, eu também quero comentar: retirem a verificação de palavras do blogue de vocês!
Obrigada!